O que faz uma empresa de logística e transporte?

02 de julho de 2024 | Logística

Você sabia que as empresas de logística são um dos maiores empregadores do Brasil? Isso porque elas são fundamentais para a economia do país, garantindo eficiência na gestão de toda a cadeia de suprimentos.

Para empresários do varejo, oferecer qualidade e rapidez nas entregas das suas mercadorias é um dos principais fatores para tornar a experiência dos clientes satisfatória.

E é exatamente por esse motivo que a contratação de serviços logísticos se faz essencial, já que são os responsáveis em assegurar a movimentação, armazenamento e distribuição adequada dos produtos em diversas escalas.

Com o crescimento dos comércios online, a demanda por serviços de logística e transporte também vem sofrendo um aumento, pois é importante garantir um serviço de qualidade em todas as etapas da venda.

Para saber mais sobre o tema continue lendo para se aprofundar nos diferentes tipos de logística e entender o trabalho realizado pelas transportadoras.

Descubra como uma empresa de logística e transporte pode otimizar seu negócio e melhorar a experiência dos seus clientes!

 

Leia também: Movimentação de containers: como funciona esse processo logístico?

O que é serviços de logística?

Serviços de logística referem-se às atividades prestadas por empresas especializadas que abrangem desde o transporte e a entrega de mercadorias até todas as etapas intermediárias necessárias para que os produtos cheguem ao consumidor final.

Isso inclui processos como armazenagem, movimentação, gestão de estoques, embalagem, e distribuição. Ou seja, envolve a gestão da cadeia de suprimentos como um todo.

A logística, portanto, tem como objetivo garantir que os produtos cheguem ao seu destino com rapidez e segurança.

Os prestadores de serviços logísticos, conhecidos como PSL, são os profissionais ou empresas especializadas que se dedicam à execução eficiente dessas funções.

Eles são contratados por outras empresas que não possuem a estrutura ou o conhecimento necessários para realizar as atividades logísticas.

Quais são os 4 principais tipos de logística?

Existem diferentes serviços logísticos projetados para suprir as diversas demandas que uma empresa pode enfrentar.

Conhecer os diferentes tipos de logística é o que permitirá entender como ela possibilita otimizar processos, reduzir custos e melhorar a satisfação dos clientes.

Os quatro principais tipos de logística – produção, reversa, suprimentos e distribuição – abrangem desde a gestão de matérias-primas e componentes até a entrega de produtos acabados ao consumidor final.

Cada tipo de logística desempenha uma função específica, mas interconectada, que garante o fluxo contínuo de bens e informações ao longo da cadeia de suprimentos.

Conheça:

  • Logística de produção

Logística de produção

A logística de produção é o conjunto de atividades que envolvem desde a aquisição de matérias-primas até a fabricação e distribuição de produtos finais.

Essa logística funciona para garantir que as matérias-primas estejam disponíveis, facilitando a produção sem atrasos.

Profissionais de diversas áreas trabalham juntos nesse processo, assegurando que os produtos sejam desenvolvidos com qualidade.

A logística de produção também envolve a gestão estratégica dos estoques, garantindo que as matérias-primas sejam armazenadas de forma a otimizar seu transporte para a linha de montagem.

Após a produção, os produtos são enviados para centros de distribuição, onde são preparados para serem despachados aos clientes.

Essa coordenação cuidadosa é fundamental para cumprir os prazos e manter a qualidade, garantindo a satisfação do consumidor final.

  • Logística reversa

A logística reversa é uma prática que facilita o descarte e reaproveitamento de resíduos de produção, incentivando os consumidores a retornarem produtos e materiais que podem ser reutilizados, reciclados ou descartados de forma adequada.

Ao devolver resíduos como produtos e embalagens à empresa, é possível revender, muitas vezes a preços reduzidos, contribuindo para a economia circular.

Além de reduzir o impacto ambiental, a logística reversa ajuda as empresas a atenderem exigências legais e normativas, promovendo a sustentabilidade.

O processo de logística reversa inclui a coleta, transporte, armazenamento, triagem e tratamento de produtos.

Essa prática ganhou destaque com a Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei nº 12.305, de 2010), que exige que fabricantes, importadores, distribuidores e comerciantes implementem sistemas de logística reversa para produtos como agrotóxicos, pilhas, baterias, pneus, óleos lubrificantes, lâmpadas fluorescentes e produtos eletroeletrônicos.

Isso promove a redução de resíduos sólidos e minimiza os impactos na saúde humana e no meio ambiente, fortalecendo a responsabilidade compartilhada pelo ciclo de vida dos produtos.

  • Logística de suprimentos

A logística de suprimentos tem como objetivo assegurar que a empresa disponha de todos os componentes necessários para a produção. Ela gerencia a movimentação e armazenagem de matérias-primas, insumos e outros produtos essenciais.

Este trabalho inicia-se antes mesmo da aquisição das matérias-primas, abrangendo etapas como previsão de demanda, avaliação de fornecedores e planejamento da chegada dos pedidos.

O processo também envolve a implementação de estratégias eficientes, como o conceito “just in time,” para garantir que os materiais estejam disponíveis no momento certo, na quantidade certa e nas condições adequadas.

Sendo assim, logística de suprimentos requer uma estruturação cuidadosa, pois sua falta pode resultar em problemas como a falta de mercadorias, aumento dos custos operacionais e comprometimento da qualidade dos produtos.

Além de minimizar esses riscos, uma logística de suprimentos bem organizada contribui para a eficiência operacional, a redução de custos e a satisfação do cliente, sendo um elemento importante para a competitividade da empresa.

 

Leia também: O que é pré-stacking na logística?

 

  • Logística de distribuição

A logística de distribuição abrange atividades que gerenciam mercadorias desde sua saída da fábrica até a entrega ao cliente final.

Esse processo envolve um planejamento detalhado para cumprir cronogramas rígidos, visando tornar a distribuição mais rápida, segura e econômica.

O planejamento começa com o pedido dos clientes, permitindo determinar a melhor forma de envio e as rotas mais otimizadas para o transporte.

Além disso, a logística de distribuição e transporte realiza a gestão dos transportes e a conferência de cargas, cuidando também da embalagem e do manuseio e garantindo que cada fase do processo seja eficiente e integrada.

Esse conjunto de atividades é essencial para assegurar que os produtos cheguem ao destino final em perfeitas condições e dentro do prazo estipulado, contribuindo para a satisfação do cliente e o sucesso dos negócios.

O que é logística de transporte?

O que é logística de transporte

A logística de transporte é responsável pelo gerenciamento do transporte de cargas, atendendo tanto consumidores finais quanto indústrias, levando produtos entre os armazéns e lojas.

Esse processo envolve a definição do melhor modal para conduzir mercadorias com segurança, de forma econômica e rápida. Os modais utilizados são:

  • Transporte Rodoviário: o mais utilizado no Brasil, realizado com caminhões e outros veículos leves;
  • Ferroviário: transporte por vias férreas, utilizando locomotivas e comboios;
  • Hidroviário: transporte realizado por barcos, navios ou balsas;
  • Aéreo: transporte rápido realizado por aviões, helicópteros e outros veículos aéreos;
  • Dutoviário: transporte por dutos usado para gases e líquidos.

Para escolher o modal adequado, é necessário considerar aspectos como custos, riscos, prazos, tamanho e tipo do produto, e distância.

Profissionais especializados são essenciais para garantir um planejamento detalhado e a execução eficiente.

No próximo tópico, abordaremos as transportadoras, empresas responsáveis pela execução desses serviços de transporte.

Como funciona uma empresa de logística e transporte?

Uma empresa de logística e transporte é especializada no transporte de cargas e oferece uma variedade de serviços para atender às necessidades logísticas das empresas.

Entre os principais processos, destacam-se:

1. Gestão da Manutenção da frota:

Manter a frota em bom estado é importante para evitar acidentes, prever custos e garantir um bom desempenho nas entregas. As transportadoras de cargas adotam manutenções preditivas, preventivas e corretivas para assegurar a qualidade dos veículos e equipamentos, prevenindo paradas inesperadas e atrasos.

2. Logística das Cargas:

Agrupar pedidos por localização dos clientes torna o transporte mais eficiente, aumentando a capacidade dos veículos e otimizando as rotas. Isso economiza tempo e ajuda a selecionar rotas mais rápidas para reduzir custos.

3. Planejamento de Rotas:

O percurso de entrega é definido com base no gasto de combustível, tempo e distância percorridos, pontos de parada e outras possíveis variáveis. Essa roteirização permite que a empresa de transporte de cargas consiga realizar trajetos mais rápidos e com preços mais acessíveis

4. Rastreamento das Entregas:

Rastreamento das Entregas

Acompanhar os veículos durante todo o percurso para identificar problemas e assegurar que os produtos cheguem em segurança aos clientes. Utilizando tecnologias de monitoramento, tanto a empresa quanto os clientes podem rastrear os pedidos em tempo real.

5. Gerenciamento de Riscos no transporte:

Busca minimizar extravios, perdas, roubos e outros danos às mercadorias, com a implementação de estratégias para prevenir ocorrências como acidentes e incêndios, garantindo a segurança do condutor, do veículo e da carga.

Esses processos são essenciais na logística de transporte, assegurando operações seguras, econômicas e eficientes, resultando em um serviço de alta qualidade.

 

Se você está procurando uma empresa de logística e transporte, entre em contato com a Decklog.

Estamos presentes nos portos de Santos e oferecemos serviços de transporte de cargas secas e refrigeradas, além de terminal redex, pré-stacking e diversas outras opções logísticas.